TRILHOS E PERCURSOS PEDESTRES NA SERRA DA FREITA E AROUCA GEOPARK

A Serra da Freita, localizada no norte de Portugal, é pouco conhecida pela maioria dos portugueses, mas isso já começa a mudar gradualmente. A Serra da Freita tem um conjunto de atrações que a fazem um dos destinos mais multifacetados e interessantes de Portugal.

Integrando parte do Arouca Geopark, com sítios de interesse geológico e percursos pedestres marcados, a região atrai cada vez mais visitantes que se deixam encantar pela paisagem, cultura e gastronomia.

Para todos os amantes da natureza, que gostam do contacto com a serra, os seus animais, a sua flora e mesmo com os seus habitantes os percursos pedestres disponibilizados pelo Arouca Geopark são sem dúvida um ponto de referência.

Se gostas de caminhadas, não percas a oportunidade de passar um dia no Arouca Geopark mais propriamente pelas paisagens da Serra da Freita, com a Strike Tours em total segurança.

ONDE FICA A SERRA DA FREITA E O AROUCA GEOPARK?

O Arouca Geopark fica localizado no distrito de Aveiro a pouco mais de 60 quilómetros de Aveiro e do Porto e a sua área abarca todo o município de Arouca. Em 2009 foi classificado como Geoparque Mundial da UNESCO, devido às formações geológicas ímpares que se encontram no seu território. Ao todo são 41 fantásticos geossítios à espera de serem descobertos.

A Serra da Freita faz parte do maciço da Gralheira, juntamente com a Serra da Arada, do Arestal e de São Macário, e para além do município de Arouca estende-se ainda para o município de Vale de Cambra e São Pedro do Sul, este último já pertencente ao distrito de Viseu. Uma parte muito significativa dos geossítios do Arouca Geopark (mais concretamente 17 dos 41) está localizada no planalto da Serra da Freita.

TRILHOS E PERCURSOS PEDESTRES NA SERRA DA FREITA E AROUCA GEOPARK

Muitos pessoas associam a Serra da Freita e o Arouca Geopark aos Passadiços do Paiva, mas acredita que os seus encantos estão longe de se reduzir ao percurso pedestre mais famoso de Portugal.

Para além dos fantásticos passadiços existem percursos pedestres lindíssimos, aldeias histórias que nos fazem recuar no tempo, cascatas e lagoas idílicas, misteriosas minas e povoações abandonadas, rios selvagens pontilhados por praias fluviais, fauna e flora ímpares em Portugal, paisagens de cortar a respiração e dezenas de locais de interesse geológico (geossítios).

Este trilho que se inicia na aldeia do Merujal, junto ao parque de campismo, levar-nos-á por trilhos de correntes, declives acentuados e vistas de tirar o fôlego. Do parque de campismo do Merujal seguimos até á aldeia da Mizarela.

Este trilho tem como objetivo a chegada à Mágica Aldeia de Drave. Não é, de todo, a única parte mágica da jornada que nos espera! A região de Arouca é riquíssima no que toca a beleza e contemplação. 

O QUE VISITAR NA SERRA DA FREITA E AROUCA GEOPARK

Passadiços do Paiva

Passadiços do Paiva uma das mais agradáveis caminhadas à beira-rio da Europa. Espera-te uma experiência única, situada no concelho de Arouca, entre as Serras da Freita e Montemuro. O rio Paiva, considerado o mais belo e selvagem rio de Portugal, vai sendo acompanhado por um percurso pedestre composto na quase totalidade por passadiços em madeira.

Os Passadiços do Paiva acompanham o rio Paiva por 8km, proporcionando vistas magníficas e uma fascinante conexão com a natureza. Também podes visitar o Paiva em excursão desde o Porto. Marca aqui.

Este projeto arrojado e visionário, já arrecadou vários prémios nacionais e internacionais e trouxe uma enorme visibilidade à região, contribuindo de forma crucial para o seu desenvolvimento económico.

Panorâmica do Detrelo da Malhada

Panorâmica do Detrelo da Malhada é um miradouro a perder de vista na localidade de Moldes, em plena Serra da Freita e a 1099 metros de altitude. A paisagem é de cortar a respiração com a vista a conseguir alcançar as elevações do Gamarão, o vale do Paiva, a Serra de Montemuro, o encaixe do vale do Douro e serras da região de Valongo até ao Gerês.

Planalto da Serra da Freita

Chegamos ao ponto mais alto do maciço da Gralheira. Aqui, podes desfrutar da paz e da imponência de uma paisagem a perder de vista. Vê o mar, as serras, absorve a calma das paisagens serranas. O planalto da Freita é o coração do Arouca Geopark e as Pedras Parideiras, fenómeno geológico único no mundo, são o seu cartão de visita.

Pedras Boroas do Junqueiro

As Pedras Boroas do Junqueiro, localizadas no planalto da serra da Freita, fazem parte da rede de geossítios do Arouca Geopark. Este fenómeno constitui um excelente exemplo de morfologia granítica, em particular de fissuração poligonal em rochas graníticas, formando uma rede de polígonos na superfície da rocha fazendo lembrar a das boroas de milho.

Miradouro São Pedro Velho

O Miradouro São Pedro Velho proporciona uma panorâmica de 360° sobre a Serra da Freita, permitindo apreciar cenários de grande beleza, com enfoque para as aldeias serranas e para as inúmeras linhas de água que serpenteiam por todo o planalto desta serra. Ao fundo, consegue-se visualizar os contornos das serras do Gerês, Marão, Larouco, Marofa, Caramulo e Estrela e, até, o Oceano Atlântico.

Miradouro Frecha da Mizarela

A partir do Miradouro da Frecha da Mizarela, pode-se ver a majestosa e maior queda de água de Portugal: a Frecha da Mizarela. As águas do rio Caima projetam-se do alto da serra numa queda de 60 metros. Um local para tirar umas belas fotos sobre a beleza da Serra da Freita.

Parque Fluvial de Albergaria da Serra

Também conhecida como praia fluvial de Albergaria da Serra, esta praia fluvial fica perto da Cascata da Frecha da Mizarela. Há zonas verdes para descansar ao pé da água, e as águas são límpidas e transparentes. Vale a pena o passeio pelas margens do rio Caima.

Pedras Parideiras

Este fenómeno único no mundo acontece na aldeia da Castanheira, em pleno planalto da Serra da Freita, no concelho de Arouca e é um dos geossítios mais emblemáticos do Arouca Geopark. Por ação da erosão, alguns nódulos libertam-se da “pedra-mãe” e acumulam-se no solo, deixando no granito uma cavidade.

Minas de Regoufe

As Minas de Regoufe são um espaço de elevado valor histórico, geológico e paisagístico. A alteração provocada na paisagem pela presença de ruínas, das galerias e das escombreiras, confere ao geossítio um elevado interesse do ponto de vista da paisagem cultural e da arqueologia mineira. 

Drave “A Aldeia Mágica”

Drave é a «Aldeia Mágica», protegida pelas montanhas. Para aqui chegar, há que percorrer um trilho de cerca de 4km, desde Regoufe e é uma caminhada obrigatória para quem visita a Serra da Freita e quer conhecer melhor o passado e presente da ruralidade deste Portugal interior, mas ao mesmo tempo, tão perto do litoral.

Portal do Inferno e Garra

O Portal do Inferno é um miradouro único, localizado em plena serra da Arada, a cerca de 1.000 metros de altitude, no limite entre os municípios de Arouca e S. Pedro do Sul. Trata-se de um estreito local de passagem entre duas vertentes íngremes, rodeado por dois ribeiros, de onde se destaca a magnífica Garra, uma encosta montanhosa esculpida por linhas de água, fazendo lembrar a gigantesca garra de uma ave. 

 

Strike Tours - Agência de Viagens com RNAVT nº 6588 e RNAAT nº 115/2010 © Todos os direitos reservados